Roque Schwewrtner

Remembranças





Por: Luiz Roque Schwertner







100 ANOS DE ENERGIA ELÉTRICA EM ESTRELA






100 ANOS DE ENERGIA ELÉTRICA EM ESTRELA



O projeto para a melhoria do deficiente serviço de iluminação elétrica na então “Villa de Estrella”, feita com lampiões à “kerozene”, teve início em 1909, quando o então intendente municipal, Sr. Manuel Ribeiro Pontes Filho, expôs ao conselho municipal a necessidades urgente de substituição do sistema e construção de uma usina hidroelétrica.
Nas suas considerações, no entanto, ponderou que a municipalidade não tinha condições financeiras para tal empreitada, sugerindo a abertura de uma concorrência pública para este investimento.
Esta necessária melhoria já vinha sendo há tempos solicitada pela indústria e pelo comércio do município em franco desenvolvimento naquele início do século 20.
Em 8 de setembro de 1911, o intendente Pontes Filho, acatando a resolução do conselho municipal em sessão de 18 de outubro de 1910, expediu os editais de concorrência pública.
Em 25 de abril de 1912 foi apresentada uma única proposta pela empresa Ruschel Irmãos, estabelecida no município, que satisfez todas as condições do edital.
Em 14 de Março de 1913 foi assinado o contrato entre a municipalidade e a empresa vencedora, dando, assim, início às obras.

O documento de concessão, em linhas gerais, definia:
a) a construção de uma usina hidroelétrica na localidade de Santa Rita (1º distrito), aproveitando a queda d´água ali existente, denominada de “Cascata Linn” – a propriedade seria entregue em usufruto;
b) a empresa vencedora deveria também instalar a rede elétrica necessária, bem como o fornecimento de luz e força à “Villa de Estrella” – esta concessão teria o prazo de 10 anos;
c) ficou reservado à intendência o direito de, findo o contrato, encampar todo ou em parte o serviço de energia no município.

Oficialmente, a inauguração da primeira rede elétrica e da iluminação pública em nosso município ocorreu em 1º de Julho de 1914.
As instalações da rede e a usina foram periciadas e aprovadas pelos Drs. Vivaldo Coaracy e Harry Reess, engenheiros e professores do Instituto Eletrotécnico da Escola de Engenharia de Porto Alegre.
Portanto, há exatamente 100 anos, com muita festa e o espocar de foguetes, Estrela passou a brilhar muito mais na constelação dos municípios do Estado do Rio Grande do Sul.


100 ANOS DE ENERGIA ELÉTRICA EM ESTRELA



Luiz Roque Schwertner – Empresário
Fonte: Álbum do Cinquentenário de Estrela (1926)